CAMPANHA JANEIRO BRANCO: O QUE É? TEM RELAÇÃO COMIGO?

254

 

VOCÊ CONHECE A CAMPANHA DO JANEIRO BRANCO? 

A Campanha Janeiro Branco surgiu com o propósito de convidar a todos a refletirem sobre “SAÚDE MENTAL”.  Busca-se sensibilizar mais e mais pessoas a se olharem, entrarem em contato com seu mundo interno e a construírem caminhos de cuidado e atenção a este tão importante aspecto da nossa saúde.

POR QUÊ?

Por acreditar que ações, orientações e reflexões sobre a saúde mental e a percepção e escuta das emoções humanas MUDAM E SALVAM VIDAS. É um trabalho de Psicoeducação e a campanha nasceu por amor à humanidade, senso de responsabilidade social, de dever profissional e solidariedade humanística.

 

ONDE SURGIU?

Criada em 2014 em Uberlândia(MG, Brasil), pelo psicólogo LEONARDO ABRAHÃO, a Campanha tem conseguido envolver psicólogos(as), profissionais da saúde, profissionais da mídia, estudantes, cidadãos e demais profissionais do Brasil em um esforço espontâneo, horizontal, solidário e coletivo em prol da conscientização das pessoas à respeito dos cuidados que todos devem ter com a Saúde Mental.

 

POR QUE JANEIRO E POR QUE BRANCO?

O autor mobilizado com as ideias das outras campanhas existentes sobre cuidados com a saúde, como o Outubro Rosa, pensou em criar uma campanha de valorização e atenção à saúde mental. Era novembro de 2013 e ele já sentia o clima “natural” que contagia as pessoas  na passagem do ano de realizarem um fechamento do ciclo que se encerra e planejar o novo recomeço. Entendeu que janeiro, o mês do recomeço, era o momento ideal.

A cor branca foi escolhida por simbolizar a “tela em branco”, o reinício, a oportunidade de desenharmos outros caminhos e possibilidades para nosso cuidado mental com criatividade. O branco também representa a somatória de todas as cores ou, simbolicamente, a somatória de todas as pessoas, projetos, experiências, credos, sexualidades, estilos de vida…

 

COMO O JANEIRO BRANCO SE ESTRUTURA NA PRÁTICA? QUAIS SÃO AS AÇÕES?  HÁ UM PROCESSO QUE É SEGUIDO TODOS OS ANOS?

O próprio autor da campanha respondeu a estas perguntas para o site Academia do Psicólogo. Leia a resposta:

“A cada ano, mais pessoas, principalmente psicólogos(as), aderem à campanha e a enriquecem com práticas, ações e propostas diferentes, variadas e eficientes em relação ao objetivo de chamarem a atenção dos indivíduos para a importância da Saúde Mental/Emocional em suas vidas.

A marca oficial do Janeiro Branco são palestras-relâmpago que ocorrem em espaços públicos e privados que possuam fluxo de pessoas em afazeres comuns do dia a dia – como, por exemplo, palestras-relâmpago de 20min sobre Saúde Emocional em salas de espera de hospitais públicos e privados, escolas, pontos de ônibus, praças, rodoviárias, restaurantes populares, filas de bancos, de casas lotéricas etc.

Um psicólogo chega, pede licença, se apresenta e começa a falar sobre assuntos relacionados às emoções das pessoas, aos relacionamentos em que elas se encontram, ou, ainda, sobre a importância de avaliarmos as condições mentais a que os nossos trabalhos nos levam. Tudo de forma didática, participativa, colaborativa, voluntária, empolgada e empolgante!

Isso tira as pessoas do lugar comum em que vivem e, de certa maneira, já contribui para a Saúde Mental delas. Às vezes, alguns psicólogos optam por realizar oficinas ou dinâmicas mais elaboradas, mas sempre de forma congruente e pertinente com o contexto em que se encontram (oficina de pintura em Caps, por exemplo, como já ocorreu).

Também já ocorreram distribuição de poemas em âmpolas em praças públicas, exposição de pinturas em centros comerciais, rodas de conversa em empresas, mesa-redonda com profissionais da Saúde Mental em anfiteatros, contação de história para crianças, caminhada em nome da Saúde Mental em parques das cidades, distribuição de panfletos sobre Saúde Mental em sinaleiros, produção de entrevistas com psicólogos em rádios, canais de televisão, imprensa escrita etc.

Ou seja: o Janeiro Branco ocupa o mês de Janeiro para produzir reflexões, provocações e inspirações em relação à temática da Saúde Mental e da Saúde Emocional nas vidas das pessoas aonde quer que elas estejam!”.

Neste janeiro de 2018, todos são convidados a participar da 5ª. edição da campanha.

 

QUAL PODE SER MINHA PRIMEIRA AÇÃO?

Declare seu apoio à campanha JANEIRO BRANCO através da lista organizada pela Academia do Psicólogo clicando aqui:

http://academiadopsicologo.com.br/janeiro-branco/#comment-1111

A contagem oficial dos envolvidos é importante para dar consistência e valorização à campanha.

O BLOG DA PSICOLOGIA UNIMAR apoia a campanha!

Durante o mês de janeiro de 2018 publicaremos outros posts sobre a campanha e divulgaremos ações e profissionais que estão produzindo movimentos e reflexões sobre o tema.

Curta este post na nossa página do Facebook e deixe comentários, ideias, convites e percepções sobre a CAMPANHA JANEIRO BRANCO.

https://www.facebook.com/blogdapsicologia/

Endereço da página oficial da CAMPANHA JANEIRO BRANCO:

http://janeirobranco.com.br/

POSSO RECEBER EM MEU LOCAL DE TRABALHO UM PSICÓLOGO VOLUNTÁRIO OU MATERIAIS PARA DIVULGAÇÃO?

Sim, entre em contato conosco para agendarmos uma palestra relâmpago ou envio de materiais.

COMO POSSO PARTICIPAR COM AÇÕES CONCRETAS?

Na cidade de Marília, palestras relâmpagos estão sendo agendadas, camisetas confeccionadas e ideias sendo geradas. Junte-se ao grupo já em andamento para se incluir nestas ações, propor novas ideias e contabilizarmos as ações em nossa cidade.

Contato com a psicóloga GISELE VIEIRA DE MELLO:

https://www.facebook.com/psicologagiselevmello

Fone: (14) 99696-9648

Em outras cidades, informe-se com os colegas ou pelas redes sociais se já há um grupo trabalhando para se incluir ou inicie as ações por você. Afinal, o PSICÓLOGO é um AGENTE DE TRANSFORMAÇÃO e  PSICOLOGIA É TODO DIA, EM TODO O LUGAR!

Avante, JANEIRO BRANCO!